Duplos

Na linguagem japonesa, "ma" (間) é um conceito espacial que tem como característica a imaterialidade. Ele é mais subjetivo que objetivo. Seu significado é compreendido por suas manifestações visuais nas artes. Para atingir a perfeição na pintura zen, é preciso não somente ter habilidade com as formas pintadas, mas dominar a relação destas com o vazio circundante. Deste modo, se a relação geral entre os elementos fosse inadequada à essência do "ma", estaria certamente estaria perdida.

O "ma" não é algo criado por elementos de composição, mas é o fenómeno conceptualizado na imaginação do ser humano que permite o experimento destes elementos. Portanto o "ma" pode ser definido como o lugar experiencial entendido como ênfase no intervalo.